20/07/2017: Fluminense 1x1 Cruzeiro

sexta-feira, 21 de julho de 2017



Fluminense 1x1 Cruzeiro
Motivo: 15ª rodada do Campeonato Brasileiro
Data: 20/07/2017 (quinta-feira)
Local: Giulite Coutinho, em Mesquita-RJ
Árbitro: Leandro Pedro Vuaden-RS
Público: 4.757 pagantes / 5.753 presentes
Renda: R$ 115.000,00
Gols: Sassá, aos 36, e Richarlison, aos 41 minutos do 1º tempo
Fluminense: Júlio César; Lucas (Mateus Norton), Frazan, Henrique e Léo; Orejuela, Marlon Freitas, Wendel e Gustavo Scarpa; Pedro (Calazans) e Richarlison.
Técnico: Abel Braga
Cruzeiro: Fábio; Lucas Romero, Léo, Murilo e Diogo Barbosa; Henrique, Lucas Silva e Ariel Cabral (Rafael Marques); Elber (Raniel), Thiago Neves e Sassá (Bryan).
Técnico: Mano Menezes
Cartões amarelos: Richarlison, Marlon Freitas e Calazans (Fluminense); Lucas Romero, Léo e Ezequiel (Cruzeiro)

+Fotos






Mesquita, RJ, 20 - Em um jogo de poucos atrativos e muitos erros, o Fluminense buscou o empate com o Cruzeiro, por 1 a 1, na noite desta quinta-feira, no estádio Giulite Coutinho, em Mesquita (RJ). O time mineiro saiu na frente, mas os cariocas empataram ainda na etapa inicial, com gol de pênalti de Richarlison, em duelo válido pela 15ª rodada do Brasileirão.
O resultado manteve as duas equipes distantes dos líderes da tabela. O time mineiro segue à frente do rival, com 22 contra 21 pontos. O Cruzeiro ocupa o oitavo lugar da classificação, enquanto o Flu é o nono colocado.
Recheado de desfalques, o time carioca foi alvo fácil dos mineiros na etapa inicial. Foi dominado, levou gol e só empatou por conta de uma falta atrapalhada de Lucas Romero sobre Richarlison dentro da área.

No segundo tempo, o Flu foi superior, apesar de criar raras oportunidades de gol. A equipe comandada pelo técnico Abel Braga sentiu falta do atacante Henrique Dourado, artilheiro do Brasileirão, com nove gols, ao lado de Jô, do Corinthians. Dourado foi preservado nesta quinta por conta de dores musculares.
THIAGO NEVES EMPOLGADO
Ganhando embalo e confiança neste Brasileirão, o Cruzeiro soube tirar vantagem dos desfalques do Flu, principalmente na defesa, para dominar o rival carioca no primeiro tempo. Diante das ausências dos zagueiros Reginaldo e Nogueira, Thiago Neves e Sassá, em sua estreia como titular no time mineiro, foram os principais jogadores da etapa inicial.

Foi dos pés dos dois jogadores que surgiram as melhores chances do gol no primeiro tempo. A primeira oportunidade surgiu aos 15, em cobrança de escanteio de Neves, e conclusão de Léo para fora. Aos 31, Thiago Neves tentou em chute de longe, exigindo boa defesa de Júlio César.

Quatro minutos depois, o meia acionou dentro da área Sassá, que bateu para as redes, diante do "golpe de vista de Júlio César. O gol acendeu o alerta no Fluminense, que reagiu prontamente. Após escanteio de Scarpa, Léo acertou cabeçada à queima-roupa e Fábio fez linda defesa, aos 36.

Na sequência, aos 39, Lucas Romero acertou Richarlison pelas costas dentro da área e o árbitro marcou a penalidade. O próprio Richarlison foi para a cobrança, mandou no canto esquerdo de Fábio e empatou o jogo. Foi somente a segunda tentativa do Flu no ataque na etapa inicial.

E FICOU NISSO
Depois do empate, as duas equipes caíram de rendimento no segundo tempo. O Cruzeiro passou a jogar recuado e praticamente só ameaçou no começo da etapa, quando Thiago Neves acertou a trave, aos 6, em jogada que o árbitro já assinalava impedimento.

Daí em diante somente o Fluminense atacou no jogo. O time mineiro não deixou a retranca nem quando Mano Menezes sacou o volante Ariel Cabral e colocou o atacante Rafael Marques em campo.

O time carioca, embora passasse a maior parte do tempo no campo adversário, mal oferecia perigo ao gol de Fábio. A armação praticamente inexistia, uma vez que Scarpa jogava apagado pela direita.

A melhor chance do time, curiosamente, saiu dos pés do meia. Aos 37 minutos, ele disparou pelo meio, entrou na área e finalizou para fora, quase cara a cara com o goleiro cruzeirense. Foi a última tentativa do Fluminense antes do apito final.

PRÓXIMOS JOGOS
Na próxima rodada, o Fluminense terá uma missão mais complicada pela frente. Vai encarar o líder Corinthians no Maracanã, no domingo. No mesmo dia, o Cruzeiro visitará o ameaçado Avaí em Florianópolis, no estádio da Ressacada.